TUCANO ALCKMIN É ALVO DE PROTESTO DE PROFESSORES

Docentes cobraram reajuste salarial para a categoria e fim da superlotação em salas de aula
Protesto de Professores
São Paulo – Em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, professores fizeram um protesto contra o governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB), durante sua visita à cidade nesta segunda-feira (17). Os docentes cobraram o reajuste salarial da categoria e o fim da superlotação de salas de aula.  Alckmin participou do serviço de pintura da escola estadual Oscar Salgado Bueno, que é feito por reeducandos do regime semiaberto. Em ato semelhante aos promovidos pelo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), o governador vestiu luvas e, usando capacete, pintou uma mesa.
Segundo a diretora regional da Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado (Apeoesp) Maria José Carretero, a Zezé Carretero, a escola foi "maquiada" para receber o tucano. "Foram tirados os sacos de lixo que estavam jogados no pátio, só para fingir que a escola está limpa. Essa maquiagem não é interessante porque o governador tem que ver a realidade. Falta funcionário e estrutura aqui", criticou.
Os manifestantes levaram ao local cartazes com pedidos de 'respeito aos professores aposentados' e melhoria salarial. Eles também entregaram ao governador uma pauta com as reivindicações da categoria.
"Queremos um reajuste salarial, que estamos há muito tempo sem, e menos superlotação nas salas de aula. Nós queremos ter um trabalho adequado e dar isso aos alunos", disse Zezé.

Fonte: RBA

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo