ELES QUEREM O FIM DE SUA APOSENTADORIA, MAIS VEJAM SUAS REGALIAS MENSAIS E ANUAIS

Mais de 500 salários mínimos por ano! É assim que parlamentares enfrentam a crise!
Para o povo é PEC de corte de gastos, aumento da idade para aposentadoria, desemprego, carestia e arrocho salarial. Para deputados e senadores, no entanto, a receita é outra: grana, muito dinheiro público e regalias de todo jeito.
Só de auxílio-moradia e salários, cada senador recebe mais de R$ 500 mil por ano. Apenas o senador Aécio Neves recebeu até 22 de novembro de 2016 mais de R$ 234 mil só de cotas. Cada deputado tem direito mensalmente a R$ 97.116,13 apenas de verba de gabinete.
No mundo dos “representantes do povo”, portanto, não existe a palavra crise. Ou, se existe, eles têm um jeito muito eficaz de enfrentar.
Veja alguns dados abaixo. Os ganhos dos parlamentares têm como referência 2016. Mas o salário mínimo citado é o de 2017, R$ 937,00:


Michel Temer e Eliseu Padilha
Eles têm muito dinheiro, inúmeras regalias, vivem em festa e são acusados de todo tipo de falcatruas, a começar por Michel Temer (PMDB), presidente ilegítimo da república. Esses personagens, contudo, têm algo maior em comum que os une neste momento: a luta para acabar com a previdência pública e a aposentadoria dos trabalhadores. Analise os dados abaixo e tire suas próprias conclusões:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo